segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Frodo: Eu não consigo fazer issu, Sam.
Sam: Eu sei. Isso não é justo. Na verdade nem deveríamos estar aqui, mas estamos. É como nas grandes histórias, Sr. Frodo. As que tinham mesmo importância. Eram repletas de escuridão e perigo. E ás vezes, você não queria saber o fim...porque como podiam ter um final feliz? Como o mundo podia voltar a ser o que era depois de tanto mal? Mas, no fim, é só uma coisa passageira...essa sombra. Até a escuridão tem de passar. Um novo dia virá. E, quando o sol brilhar, brilhará ainda mais forte. Eram essas as histórias que ficavam na lembrança que significavam algo. Mesmo que você fosse pequeno demais pra entender por quê. Mas acho, Sr. Frodo, que eu entendo sim, agora eu sei que as pessoas dessas histórias tinham várias oportunidades de voltar atrás, mas não voltavam.Elas seguiam em frente porque tinham no que se agarrar.
Frodo: E em que nós nos agarramos, Sam?
Sam: No bem que existe nesse mundo, Sr. Frodo,pelo qual vale a pena lutar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário